Autor

Eduardo Galeano

Eduardo Galeano

    © da fotografia: Robert Yabeck

     

    Foi nas noites em claro da vibrante Montevideu dos anos 70 que Eduardo Galeano escreveu esta «bíblia da América Latina», um clássico do anti-imperialismo e símbolo, infelizmente actual, da luta contra a opressão. Banido por ditaduras sul-americanas, As Veias Abertas (1971) é o relato implacável de cinco séculos de pilhagem de um promissor continente pela Europa e pelos EUA e uma obra essencial sobre a exploração do homem pelo homem. Esta contra-história notável de um continente exangue, fundindo crónica e relato, dados económicos e sociais, devolve-nos o olhar dos vencidos e traça as injustiças e o saque constante operado pelo estrangeiro, desde a chegada dos primeiros conquistadores até à ocupação pelas multinacionais norte-americanas. Inspirou e continuará a inspirar gerações de activistas em todo o mundo.

    Últimos Titulos

    O Caçador de Histórias
    As Veias Abertas da América Latina